Embraer acerta a venda de 20 Super Tucanos para os EUA

Força Aérea americana anunciou a compra dos aviões de combate leve por um valor total de 427 milhões de dólares. Aeronaves serão usadas no Afeganistão

A Embraer, terceira maior fabricante de aeronaves do mundo, vê possibilidade de vender outros 50 Super Tucanos na América Latina

O Super Tucano, avião de combate leve da Embraer (Divulgação/Embraer)
A Força Aérea dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira que vai comprar vinte unidades do avião de combate leve A-29 Super Tucano, fabricado pela brasileira Embraer, por um valor total de 427 milhões de dólares – cerca de 844 milhões de reais.

Aeronaves de ataque ligeiro e vigilância, os turboélices brasileiros serão usados pelos Estados Unidos em operações militares no Afeganistão. Lançado pela Embraer há cinco anos, o A-29 Super Tucano já faz parte da frota das forças aéreas de nove países, muitos deles da América Latina. Além dos vinte aviões, o contrato inclui equipamentos de apoio aéreo tático, material para o treinamento de pilotos em terra, peças de reposição e apoio logístico.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, comemorou o resultado da licitação, que considerou uma grande conquista para a indústria nacional. 

Fonte: Correio Braziliense
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário