Eleições municipais em novembro

O Senado aprovou, na terça-feira 23, e a Câmara dos Deputados vai analisar o projeto que prevê o primeiro turno das eleições municipais em 15 de novembro e o segundo, se necessário, em 29 de novembro.

Para evitar contágio do novo coronavírus, o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, defendeu que o processo seja dividido por horários. Primeiro, votariam os idosos, do grupo de risco para a covid-19.

Custos – Já no Senado, analisa-se a possibilidade de que as eleições ocorram em dois dias, para diminuir aglomerações. Isto geraria um custo extra de R$ 191 milhões aos cofres públicos, segundo levantamento do TSE.

Última saída – Especialistas apontam que novembro é o prazo máximo para realização de eleições sem prolongamento de mandato dos atuais prefeitos e vereadores. É preciso garantir o atendimento aos prazos para a prestação de contas de campanha e a diplomação dos eleitos antes de 1º de janeiro.

Deixe um comentário