Doyle diz não a Rollemberg

                                               Hélio Doyle: “Disseram que vão voltar a conversar”

                                                                        Foto: Divulgação/GDF

 

O jornalista Hélio Doyle recusou convite do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) para voltar a integrar a equipe do Palácio do Buriti. Doyle foi o primeiro chefe da Casa Civil da gestão do socialista e pediu exoneração poucos meses depois de assumir e se envolver em polêmicas com a então presidente da Câmara Legislativa, deputada Celina Leão (PPS).

“Fui sondado para voltar e disse que não quero. Disseram que vão voltar a conversar”, confirmou ele ao Brasília Capital, sem especificar quem foi o interlocutor. O marqueteiro também negou que tenha recebido proposta para trabalhar na agência de propaganda Propeg, uma das que atendem à conta de publicidade do Governo de Brasília.