Domingo de paz e gols

 
Segunda partida disputada entre Flamengo e Vasco no Mané Garrincha foi marcada pela harmonia entre torcedores dos dois times. Segurança não registrou incidentes no acesso e na saída das torcidas
 
 O tempo nublado e a instabilidade dos times na tabela do Brasileirão não foram suficientes para desanimar os 34.597 torcedores que assistiram ao clássico Flamengo x Vasco no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, na tarde deste domingo (06/10). Em uma partida disputada no meio de campo, com poucas chances efetivas de gol, flamenguistas e vascaínos deram ânimo às equipes e cantaram, das arquibancadas, do início ao fim do jogo.
 
A partida terminou empatada em 1 x 1, e os torcedores deixaram a arena multiuso de forma tranquila. O total arrecadado pela bilheteria, de R$ 2,054 milhões, deu continuidade ao histórico de bons resultados do Mané Garrincha em renda e público.
 
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, ressaltou a qualidade da organização e do plano de segurança. “É a melhor arena do país, comparada às melhores do mundo. Você vê torcedores de times rivais juntos, no mesmo espaço, com famílias, crianças”, elogiou.
 
Para o secretário Extraordinário da Copa, Claudio Monteiro, o jogo deste domingo confirma os avanços na gestão dos eventos. “A cada realização no Mané Garrincha, nos aprimoramos e vamos adquirindo experiência. Estamos entregando, cada vez mais, um espaço de excelência ao cidadão brasiliense”, garantiu.
 
Segundo Claudio Monteiro, além do desenvolvimento econômico, o Estádio Nacional de Brasília vem cumprindo o papel de proporcionar lazer à população do Distrito Federal. “A torcida foi bem tratada, fizemos a separação e o cadastro das organizadas sem problemas. Quanto ao gramado, é uma verdadeira mesa de bilhar”, enumerou Cláudio. 
 
O rubro-negro Enderson Leite, 29 anos, veio pela segunda vez à arena multiuso e diz ter confirmado a boa impressão registrada na sétima rodada do Brasileirão, também contra o Vasco. Desta vez, trouxe a filha Ellen, de seis meses, para se acostumar à multidão. “Achei tudo muito seguro e tranquilo, vou trazê-la sempre a partir de agora”, disse, enquanto a bebê dormia embalada pelo grito das torcidas.
 
União – A bancária vascaína Cristiana Lustosa, 36 anos, e seu amigo, o engenheiro flamenguista João Henrique, 27, ostentavam brasões rivais nas camisas. Mas nos rostos, exibidos nos telões antes de a partida começar, só havia sorrisos. Os dois foram juntos ao Mané Garrincha e garantiram: a provocação saudável faz parte da brincadeira.
 
“É minha primeira vez no estádio e estou encantada! Meu marido ficou em casa, com medo de alguma confusão, mas nunca vi um espetáculo tão tranquilo”, exaltou Cristina. O engenheiro, por sua vez, diz ser frequentador habitual do novo estádio. “Vim a quase todos os jogos do Mengão aqui no Mané e não tenho do que reclamar. O estádio é sensacional”, confirmou.
 
O cruzmaltino Thiago Felipe, 13 anos, marcou presença nos jogos anteriores do Vasco no Mané Garrincha contra Flamengo e Corinthians. No reencontro com os rubro-negros, não foi diferente. “No começo, meu pai ficava um pouco apreensivo por causa da multidão. Mas vimos que é tranquilo e passamos a vir com frequência”, conta o jovem. “Viemos com um casal de amigos que ainda não conhecia o estádio. Garanti que era tranquilo e eles estão vendo que disse a verdade”, confirmou o pai do garoto, Charles José, de 34 anos.
 
Monitoramento – Segundo as forças de segurança pública, não houve qualquer ocorrência grave registrada no interior e nas imediações do estádio desde a abertura dos portões, às 13h. As torcidas organizadas respeitaram o espaço físico determinado pelo plano operacional e agitaram setores da arquibancada superior com bandeiras, faixas e papel picado. Algumas ocorrências de menor gravidade foram registradas pela delegacia provisória instalada dentro do estádio e pela 5ª Delegacia de Polícia, referentes à ação de um cambista e à venda de ingressos supostamente adulterados. Os casos serão investigados pela polícia.
 
Calendário – A agenda de entretenimento no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha não para. No próximo dia 23, a arena recebe o show da banda de rock Aerosmith, com abertura dos britânicos do Whitesnake. Os ingressos já estão à venda na Central de Ingressos do Brasília Shopping e pela internet.
 
Segundo o governador Agnelo Queiroz, a administração do estádio segue estudando propostas de eventos e jogos na capital federal. “Nosso objetivo principal é garantir a excelência como cidade-sede da Copa do Mundo. Vamos utilizar o espaço, proporcionar alegrias aos brasilienses e aos turistas, mas sem perder a Copa de vista”, ressalvou.
Fonte:

Deixe um comentário