Dois agentes da PCDF são demitidos

Dois agentes da Polícia Civil foram demitidos pelo governador Agnelo Queiroz. A decisão foi publicada no Diário Oficial do DF e os agentes são suspeitos de arapongagem – escutas ilegais -, na Procuradoria-Geral do Tribunal de Contas, em 2008, época em que a ex-procuradora Cláudia Fernanda de Oliveira Pereira ocupava o cargo.
Edson Alves Crispim e Horácio Ferreira do Rego foram demitidos com base no  art. 43, inciso XLVIII, c/c art. 48, inciso II, ambos da Lei Federal 4.878/65, que trata, entre outras coisas, das transgressões disciplinares, como prevalecer-se, abusivamente, da condição de funcionário policial.
Mensalão do DEM

Os dois foram denunciados por Durval Barbosa, conhecido por delatar o escândalo do Mensalão do DEM, e o caso foi investigado na CPI das Escutas Telefônicas Clandestinas, em 2009. No entanto, o então relator do processo, o deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), decidiu pelo não indiciamento.
Fonte: Jornal de Brasília
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário