Diretor do Bolshoi que sofreu atentado perdoa agressor

Para Sergei Filin, a pessoa que o atacou foi provavelmente influenciada por ambição e rancor. Ele afirmou que pretende voltar ao trabalho

Sergei Filin, diretor da Companhia de Balé do Teatro Bolshoi

Sergei Filin, diretor da Companhia de Balé do Teatro Bolshoi (Yuri Kadobnov/AFP)
O diretor artístico do Balé Bolshoi, Sergei Filin, atacado com um ácido no último dia 18, afirmou perdoar o agressor, ainda não identificado. Para ele, o ataque foi motivado por ambição e rancor. “Um padre veio me ver e eu lhe disse: ‘Eu perdoo todas as pessoas e Deus será o juiz. Pessoas são fracas. Eu perdoo todos os envolvidos nisso’”, disse.

Apesar de ter sofrido queimaduras de terceiro grau no rosto e nos olhos, Filin também afirmou a uma emissora de televisão russa que pretende voltar ao trabalho. O diretor passou por duas cirurgias em cada olho e seu estado é considerado animador pelos médicos. 
Ele afirmou não saber quem estava por trás do ataque, mas acredita que a pessoa esteja envolvida com seu trabalho no Bolshoi. Sua posição no balé russo lhe deu o poder de alavancar e arruinar carreiras e, após o atentado, ele afirmou que vinha recebendo ameaças.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário