Dieta vegana tem nutrientes suficientes?

Veganismo é uma forma de viver que busca retirar, o máximo possível e praticável, todas as formas de exploração animal, sejam elas para alimentação, vestuário (roupa) ou qualquer outro propósito.
Segundo pesquisa feita em 2018 pelo Ibope, 14% da população brasileira se declara vegetariana, incluindo todas as formas de vegetarianismo. Isso representa um total de 30 milhões de brasileiros.

O vegetarianismo pode ser dividido em ovolactovegetarino, que não consome nenhum tipo de carne, mas utiliza ovos e laticínios na alimentação; o lactovegetariano que não consome nenhum tipo de carne nem ovos, mas utiliza laticínios; e o ovovegetariano, que não consome nenhum tipo de carne nem leite, porém, consomem ovos.

Já o vegetariano estrito é aquele que não consome nenhum tipo de carne, ovos, mel, laticínios e produtos que incluam derivados animais entre os ingredientes, como gelatina, albumina, proteínas do leite, alguns corantes e espessantes.

A alimentação vegana exclui o consumo de todos os alimentos de fonte animal, assim como o vegetariano estrito. Uma preocupação comum é se a dieta de um indivíduo vegano é suficiente para a manutenção da saúde e, de fato, se a vitamina B12 é o único nutriente ausente na dieta vegana, mas que pode perfeitamente ser suplementada. Outra preocupação é a quantidade de proteína a ser ingerida.

Porém, quando o individuo vegano tem acompanhamento de um nutricionista, o profissional adequa todas as quantidades para ele, de forma a suprir a ausência de nutrientes presentes na proteína animal.

Deixe um comentário