DF divulga estudo inédito sobre estupro

Um crime silencioso, que deixa marcas profundas abandonou os matagais, locais ermos e servidões escuras para ocorrer, muitas vezes, no seio familiar. Casos de estupro registrados no Distrito Federal, em fevereiro, tornaram-se alvo de uma estudo inédito elaborado pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal. O levantamento apontou que das 76 vítimas, 80% foram atacadas quando estavam em casa. Entre os inquéritos policiais estão 53 menores, que representam 70% de todos os estupros ocorrido no DF durante o mês passado. Durante o período de análise, nove casos foram registrados em via pública.
  
A análise criminal revela, ainda, com base nos relatos das ocorrências, que em 85,5% dos estupros os autores têm vínculos com as vítimas. O final de semana foi o período da semana de maior incidência de estupros, com 23,4% dos casos. O período da manhã de 06h às 11h59 concentra 34,4% dos casos. 
Fonte: Secretaria de Estado de Segurança Pública
Sites e Blogs

Deixe um comentário