Detran multa 30 veículos estacionados irregularmente

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal multou hoje, durante operação na quadra 1 do Setor Comercial Sul, mais de 30 carros estacionados irregularmente embaixo de marquises e em cima de calçadas, e quatro veículos foram guinchados e levados para o depósito.

“Não é porque faltam estacionamentos que as pessoas têm que parar em lugares de maneira irregular, atrapalhando pedestres e até carros do Corpo de Bombeiros”, enfatizou o assessor da Direção-Geral do Detran-DF, Gustavo Viana.

A infração é considerada grave e a multa é de R$ 123, com 5 pontos na carteira. “Sei que estou errado e vou pagar a multa, mas não tinha opção. Tive que estacionar aqui”, justificou o funcionário público Ailton Martins, que teve o carro guinchado.

A ação foi motivada, segundo Gustavo Viana, por denúncias feitas à ouvidoria e há 15 dias equipes do órgão de trânsito vão ao local para conscientizar os motoristas sobre as irregularidades.

“Nós conversamos com as pessoas que trabalham nos prédios, com os pedestres, e informamos que haveria essa operação. Mesmo assim os motoristas insistiram em estacionar em local proibido”, complementou o assessor.

Proprietária de um quiosque na quadra 1 há oito anos, Clecia Fernandes foi obrigada a instalar pirulitos para impedir que os veículos fossem estacionados até na porta do estabelecimento, dificultando a circulação dos clientes e até dos funcionários.

“Os motoristas não têm respeito. Teve uma vez que uma mulher deu ré e derrubou a mesa, sorte que não tinha nenhum cliente. Mas eu mesma já socorri uma pessoa que foi atropelada embaixo da marquise”, contou a comerciante.

O publicitário Diogo Alberto da Silva trabalha no SCS há seis anos e faz questão de pagar R$ 450 por mês para usar um estacionamento pago e evitar transtornos. Mesmo assim, ele foi vítima dos motoristas que param na calçada.

“Eu estava passando e o homem continuou dando ré no carro. Eu comecei a filmar a irregularidade e ele veio para cima de mim, xingando e falando que eu não tinha nada que reclamar. Até que ele bateu com o retrovisor nas minhas costas, buzinou e saiu dirigindo”, contou.

Equipes do Detran continuarão as operações para coibir as irregularidades nos próximos dias em outras partes da zona central do Plano Piloto.

Fonte:

Deixe um comentário