Desigualdade trava o progresso

Relatório da Oxfam Brasil, com base nos dados da pesquisa DataFolha, aponta como é a percepção dos brasileiros sobre a desigualdade social e questões raciais, de gênero e classe. 86% da população entende que o progresso do país depende da diminuição da desigualdade entre pobres e ricos. Os números apontam que, em relação à pesquisa anterior, de 2017, há uma maior percepção entre os brasileiros de que o racismo e o machismo influenciam nas desigualdades da sociedade.

A pesquisa foi realizada em fevereiro deste ano em 130 municípios de todas as regiões do Brasil. O resultado mostra ainda que 84% dos entrevistados concordam que é obrigação dos governos a diminuição entre os muito ricos e muito pobres, e 94% apoiam que os impostos pagos devem beneficiar os menos favorecidos. Além disso, 77% concordam com o aumento dos impostos de pessoas muito ricas para financiar políticas sociais.

Deixe um comentário