Deputados propõe retirada do PL sobre venda de ações de estatais

Projeto do Executivo não agradou distritais e funcionários de estatais. Foto: CLDF
Projeto do Executivo não agradou distritais e funcionários de estatais. Foto: CLDF

Ao final da audiência pública que debateu a proposta do governo de vender ações da Caesb, CEB e BRB, Wasny de Roure (PT), como presidente da Mesa, anunciou que na próxima segunda-feira (22) deputados distritais de vários partidos irão se reunir com sindicalistas representantes dos servidores das três empresas para elaborarem um documento conjunto a ser encaminhado ao governador Rodrigo Rollemberg, solicitando a retirada de tramitação do projeto de lei 467/2015.

VENDE-SE-BRB“Não adianta o governador retirar apenas a urgência do projeto e deixar ele aqui em tramitação, como um espantalho ou fantasma, assustando a gente”, acrescentou o deputado Chico Vigilante (PT), sob aplausos dos servidores. Também o deputado Rodrigo Delmasso (PTN) anunciou apoio à retirada daquela proposta. “Essas empresas públicas são patrimônio do nosso povo e não podem ser privatizadas”, advertiu.

Entenda: Rollemberg quer vender estatais a preço de banana

Em defesa da proposta do governo, o secretário-adjunto de Planejamento do DF, Renato Brown, defendeu que a venda das ações não apresentará risco de privatização do comando das empresas. Lembrou que essa experiência já foi realizada em estados como o Rio de Janeiro, durante o governo Brizola, sem trazer prejuízos ao Estado. “Não se fala em perda do controle acionário, mas sim de atrair parceiros estratégicos”, afirmou, complementando que o governo “não encontra dinheiro em árvore”, sob vaias dos manifestantes.


Leia também:


Debate sobre lei do silêncio gera tumulto na Câmara Legislativa


Secretário de saúde diz que falta dinheiro para resolver problemas


 

Fonte:

Deixe um comentário