Deputados investigam causa de incêndios no Pantanal

Uma comitiva formada pelos deputados Israel Batista (PV-DF), Rodrigo Agostinho (PSB – SP), Professora Rosa Neide (PT-BA), Nilto Tatto (PT-SP), Paulo Teixeira (PT-SP) e Dr. Leonardo (SOLIDARIEDADE-MT) fez uma vistoria, in loco, de sexta-feira (18) a domingo (20) nos incêndios que estão ocorrendo no pantanal mato-grossense.

Em busca de soluções para o grave momento de emergência, o grupo se reuniu com entidades, bombeiros e gestores das áreas atingidas. Diante dos relatos e do que os parlamentares puderam constatar nas visitas a áreas atingidas, a principal suspeita é o uso de fogo por grupos de fazendeiros e desmatadores para formação de áreas de plantio e pasto para o gado.

“Tudo isso é o resultado lamentável do sufocamento financeiro dos órgãos e do sucateamento da política ambiental brasileira”. Foto: Agência Câmara

“Tudo isso é o resultado lamentável do sufocamento financeiro dos órgãos e do sucateamento da política ambiental brasileira. Segundo dados oficiais, o Ministério do Meio Ambiente gastou apenas 0,4% do orçamento geral”, disse o deputado brasiliense Israel Batista.

Os parlamentares pretendem fortalecer e pressionar o governo para que sejam tomadas as medidas de mitigação aos danos ambientais. A implantação de Comissão Externa trabalhará para reforçar a criação de estratégia nacional para enfrentamento do fogo em todos os biomas brasileiros.

Atuação – O PV tem denunciado os desmatamentos e os incêndios florestais que atingem todos os biomas do País. Dentre os requerimentos apresentados, constam pedidos de informações sobre ações de prevenção e combate e o uso dos recursos empenhados para atuação no Pantanal e na Amazônia.

Em agosto, o deputado Célio Studart (CE) enviou ofício ao Ibama questionando as ações do órgão na preservação da fauna afetada e da flora endêmica da região. O documento pedia, inclusive, a descrição das atividades de resgate, amparo e tratamento das espécies silvestres, bem como sobre o quantitativo de espécies e animais atingidos. O órgão ainda não se manifestou.

Célio Studart é coautor – junto com o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) – da “Lei do Pantanal”. Fotos: Agência Câmara

Studart é coautor – junto com o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) – da “Lei do Pantanal”. Também apresentou projeto de implantação de Política Nacional para Manejo de Animais Silvestres em emergências ambientais.

Deixe um comentário