Demissão de administrador gera crise no Park Way

Responsável pela indicação do administrador do Park Way, Núcleo Bandeirante e Candangolândia em troca de apoio ao Buriti na Câmara Legislativa, o deputado Hermeto (MDB) fez gestão para trocar 35 dos 37 cargos comissionados da regional. Com isso, criou uma crise política interna sem precedentes no órgão e também desagradou grande parte dos 25 mil moradores do bairro.

Na noite de quarta-feira (11), uma edição extra do Diário Oficial do DF (veja fac-simile) trouxe a exoneração do administrador José Joffre do Nascimento. A notícia chegou no exato momento em que a comunidade debatia uma fórmula de demonstrar junto ao governador Ibaneis Rocha (MDB) a insatisfação com a interferência do distrital nos assuntos internos do bairro.

José Joffre – neto do pioneiro engenheiro Joffre Parada, primeiro presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA-DF) – foi o único administrador que permaneceu na transição do governo Rollemberg para o atual. Quando instadas a apresentar uma lista tríplice para apontar suas preferências para a direção do bairro no novo governo, as doze organizações e coletivos lá existentes fecharam o consenso de indicar apenas um nome: José Joffre do Nascimento. E agora, ele é exonerado para abrir caminho para um aliado de Hermeto.

Regional e comunidade cuidam do meio-ambiente

O Park Way possui um dos maiores territórios dentre as cidades do DF, sendo a maior parte formada por áreas verdes. O bairro está inserido na Apa Gama Cabeça do Veado, responsável pelo suprimento de um terço da água que chega ao Lago Paranoá. Por isso mesmo, é alvo constante de grileiros.

Os moradores, por meio de suas entidades e movimentos, entre elas a AMAC Pak Way, o Conseg e a ACPW, têm tido êxito, com a ajuda da Administração Regional, de impedir a ampliação da grilagem. Mas o temor com as mudanças é que o apoio oficial acabe.

A comunidade teme as ações supostamente patrocinadas pelo deputado Hermeto de regularização de áreas públicas ocupadas irregularmente, muitas delas em áreas sensíveis de proteção ambiental. A principal delas é a chamada Ipê-Coqueiros, nos fundos da Quadra 13 do Park Way.

A área vem sendo alvo de permanente ocupação. A Polícia Ambiental e a extinta Agefis já agiram múltiplas vezes no local. Na madrugada de terça-feira (10), o 25º Batalhão da PM apreendeu no local armas de grosso calibre, munições e drogas.

Segurança é outra preocupação dos moradores. O avanço de ocupações irregulares, coincidentemente, ou não, tem se dado com o aumento das ocorrências policias.

Segundo um gestor do GDF, a partir da entrada do pessoal indicado por Hermeto, o foco de preservação do meio ambiente ficou em segundo plano.

“Estão passando por uma grande turbulência na Administração. O deputado vem trocando todos os cargos por pessoas dele, despreparadas para a função e focadas ao atendimento de áreas como a Vila Cauhy, a Invasão Coqueiros, nos fundos da SMPW 13, a invasão do Córrego da Onça, além dos invasores remanescentes nas quadras de 15 a 28 e as ocupações ao longo da via férrea na quadra 3,” informou o gestor.

Líderes dos Invasores

No dia 12 de agosto, Ibaneis nomeou Ivani Macedo Rodrigues de Abreu para a Diretoria de Aprovação e Licenciamento da Regional do Park Way. Seria apenas mais uma troca para agradar deputados se Ivani não fosse a presidente da Associação dos Moradores de Invasões da Área Verde da Quadra 601 do Recanto das Emas (Asmiv).

Ou seja, a pessoa que representa os interesses dos invasores de uma área no Recanto das Emas vai gerir uma área sensível e estratégica no Park Way. A nova titular, protegida de Hermeto, será a responsável pela emissão de alvarás de construção, habite-se e autorização de funcionamento de empreendimentos econômicos.

A nova diretora também traz em seu currículo o fato de ser sócia de uma construtora: a NI Construtora Ltda. Essa condição de sócia administradora de empresa é um impedimento para a assunção de cargos públicos no GDF.

Ela não é a única designada por Hermeto para a administração do Park Way. Até o jardineiro responsável em apoio às atividades do viveiro comunitário, que produz e fornece gratuitamente mudas para os replantios no bairro, teve o emprego ameaçado. Porém, depois de muita pressão dos moradores, Seu Joaquim foi readmitido.

Mensagem de áudio

Com a rejeição da comunidade, em especial pelas redes sociais, o mesmo decreto que trouxe a exoneração do administrador também estampou a demissão de Ivani Macedo.

Ainda na noite de quarta-feira, Hermeto fez chegar aos moradores do Park Way uma mensagem de áudio em que felicita a posse da nova administradora, Aline Gomes de Farias, que era chefe de gabinete da regional.

O deputado prometeu fazer com que seu gabinete parlamentar apoie a nova gestora, inclusive com emendas parlamentares, e se comprometeu trabalhar pela preservação do meio-ambiente do bairro.

Deixe um comentário