Delcídio é o primeiro senador em exercício preso na história do Brasil

Delcídio Amaral (PT/MS) preso hoje pela Polícia Federal, acusado de tentar atrapalhar o curso da Operação Lava Jato, é o primeiro senador da República preso em flagrante, por conta da oferta para a fuga, que é um crime continuado.

O futuro do senador dependerá agora de seus colegas de Senado.

A Justiça tem 24 horas para enviar os autos da prisão à Casa. Os senadores avaliarão o material e farão uma votação para decidir se a prisão será mantida.

Nas gravações em que foi flagrado e que o levaram à prisão, o senador Delcídio Amaral discutiu possíveis maneiras para a fuga do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Nas conversas gravadas ele discutia em detalhes com o filho de Nestor Cerveró e o advogado do ex-diretor que rotas deveriam ser usadas na evasão.

O plano seria implementado tão logo fosse concedido habeas corpus para livrar Cerveró da cadeia.


Leia mais:


Delcídio ofereceu R$ 50 mil mensais por silêncio de Cerveró, diz PGR


Delcídio do Amaral é preso e levado à Superintendência da PF


Bumlai é preso na 21ª fase da Operação Lava Jato


Fonte:

Deixe um comentário