Defensores de Taguatinga vencem a descrença

Defensores de Taguatinga reunidos. Foto: Getúlio Romão

Moradores de Taguatinga já estão se manifestando sobre o que consideram como falha da administração pública e o que sugerem para melhorar a vida dos 240 mil habitantes da Região Administrativa. A participação é feita em 100 urnas distribuídas em pontos estratégicos da cidade. “A maior dificuldade é mobilizar verdadeiramente a população, que é muito descrente”, afirma um dos coordenadores do grupo Defensores de Taguatinga, José Luís Lopes. A explicação, de acordo com ele, é que os cidadãos “estão saturados” de promessas de políticos profissionais.

Mas a população é a meta principal do grupo que surgiu no WhatsApp. Por isso, as urnas estão espalhadas em pontos de maior concentração de pessoas, como escolas, supermercados e outros comércios. O movimente vai recolher as opiniões dos moradores até dia 10 de março. Quem não se deparar com uma urna, poderá fazer valer seu ponto vista pelo e-mail [email protected]. As reuniões do grupo são semanais e deverão transformar as opiniões dos moradores em propostas que serão entregues no dia do aniversário de Taguatinga, em 5 de junho, a todos os candidatos a governador do DF.

Além do site, o movimento fará arrastões para chegar ao maior número possível de cidadãos. E ainda aplicativo, banners etc. O grupo tem apoio do Brasília Capital (você pode recortar o cupom publicado nesta página), por se tratar de iniciativa sem conotação político-partidária. “No grupo do WhatsApp, quando alguém tenta tirar vantagem política ou partidária de nossa iniciativa, é advertido e, se reincidir, é expulso”, afirma José Luís Lopes.

Deixe um comentário