Decoração padrão

Taguatinga terá o mesmo tipo de enfeites das demais cidades do DF

Da Redação

Taguatinga se programou para realizar a maior decoração natalina do Distrito Federal. Artesões e artistas plásticos da cidade trabalharam 45 dias, em período integral, na confecção de 439 peças (bengalas, lustres, anjos etc), todas feitas com materiais recicláveis – garrafas PET e CDs.
Os enfeites seriam instalados nos postes de iluminação pública das Avenidas Comercial Norte e Sul, Hélio Prates e na área Central. Mas, isto não ocorrerá. De acordo com a Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (ACIT), não será possível decorar a cidade, pois não houve apoio governamental.
A Administração Regional informou que deu o apoio necessário para a instalação da decoração natalina da cidade. Porém, não teve a contrapartida da Companhia Energética de Brasília (CEB), que deveria entrar com a parte operacional.
A assessoria de imprensa da CEB garante que a empresa foi contratada pela Secretaria de Governo para instalar uma iluminação padrão, enquanto a Administração queria fazer algo inovador. “Isto fere o contrato de prestação de serviço com o GDF, que determinou a instalação natalina base em todas as regionais”, diz a nota.
Para o coordenador do Movimento Taguatinga Unida (Movitu), Ronald Filgueiras, “fica implícita a falta de comprometimento e o descaso com a população da cidade”. Segundo ele, quem mais perde com isso é a população e o comércio, uma vez que “Taguatinga deixa de contar com uma grande atração durante o Natal, e terá que se contentar com a decoração simplória disponibilizada pelo GDF”.

Deixe um comentário