Dançarino admite ter ordenado ataque ao diretor do Bolshoi

Além de Pavel Dmitrichenko, que teria agido por vingança, outros dois homens estão presos e confessaram o crime. Vítima está em tratamento na Alemanha

O diretor artístico do Teatro Bolshoi, Sergei Filin, gravemente ferido em 17 de janeiro ao ser agredido com ácido, saiu nesta segunda-feira (4) do hospital em Moscou onde estava internado para viajar a Alemanha para um novo tratamento

O diretor artístico do Teatro Bolshoi, Sergei Filin, gravemente ferido em 17 de janeiro ao ser agredido com ácido, saiu nesta segunda-feira (4) do hospital em Moscou onde estava internado para viajar a Alemanha para um novo tratamento(Vselovod Kutznestov/Reuters)
Os três homens detidos nesta terça-feira sob a acusação de atacar com ácido o diretor do Balé Bolshoi, Sergei Filin, em janeiro, confessaram seus crimes, informou nesta quarta-feira o escritório de imprensa da polícia de Moscou. Entre eles, está o dançarino solista do Bolshoi Pavel Dmitrichenko.
Segundo a polícia, Dmitrichenko seria o mandante do crime. Além dele, estão presos Yuri Zarutski, suposto autor do ataque, e Andrei Lipatov, apontado como cúmplice de Zarutski. De acordo com uma fonte policial citada pela agência oficial FOZ-Novosti, o dançarino – no elenco do Bolshoi desde 2002 – encomendou o ataque por vingança.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário