Cunha: ‘Decisão do STF gera Limbo de Dúvida’

AF_Eduardo-Cunha-e-Luiz-Fernando-Pezao-coletiva-de-imprensa_16092015001“O grande problema, que vai ficar numa zona de sombra, são as eleições de 2016. Para as eleições de 2018, haverá muito tempo para consertar tudo. As eleições de 2016 vão ficar num limbo de dúvidas absolutamente desnecessárias. É uma situação meio absurda”, declarou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) questionou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de vetar o financiamento empresarial de campanhas e partidos

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) questionou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de vetar o financiamento empresarial de campanhas e partidos. Segundo ele, a medida vai gerar um “limbo de dúvidas” nas eleições municipais de 2016.

Por um placar de oito votos a três, a Corte tornou inconstitucional as doações privadas: “O grande problema, que vai ficar numa zona de sombra, são as eleições de 2016. Para as eleições de 2018, haverá muito tempo para consertar tudo. As eleições de 2016 vão ficar num limbo de dúvidas absolutamente desnecessárias. É uma situação meio absurda”, declarou Cunha.

Segundo ele, a decisão do STF pode pressionar o Senado a agilizar a votação: “Não afeta o processo eleitoral, afeta o financiamento da eleição. Entendo que mesmo que seja num período posterior a esse prazo de um ano, ela vai valer para 2016”, disse.


Leia mais:


Governador sanciona os R$ 352 milhões destinados pela CLDF à Saúde


Odebrecht tenta impedir uso de documentos sobre contas na Suíça


Sob fogo cruzado, Dilma admite atenuar o pacote de R$ 65 bi


 

Fonte: ,

Deixe um comentário