Cruzes são colocadas na Esplanada em ato contra o feminicídio

A data 25 de novembro foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) como Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher. No Distrito Federal acontecerão manifestações e debates acerca do tema.

Na manhã desta segunda-feira, a Esplanada dos Ministérios foi tomada por 1,2 mil cruzes que representam e homenageiam àquelas que morreram em casos de feminicídio no ano de 2018.

Após a manifestação, acontecerá uma sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados. O evento está marcado para às 11h e será presidido pela deputada Flávia Arruda (PL), com a participação do presidente da Casa, Rodrigo Maia, da secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto e da representante da ONU Mulheres, Joana Melo.

Deixe um comentário