Cristovam critica desencantamento com a política

O senador Cristovam Buarque (PPS), candidato à reeleição, disse nesta quinta-feira (20), em Planaltina, que o Distrito Federal “precisa sair do atual momento de desencantamento com a economia, com a política e com a área social”.Cristovam ressaltou que o país vive uma polarização que não leva ao desenvolvimento.

“Apenas com política e políticos equilibrados é possível mudar essa situação. Por isso, estou com pessoas como Rogério Rosso, Fernando Marques e José Mário Tranquilini”, disse, que garante ainda ter muito a dar para ajudar o Brasil e, em especial, Brasília.

Foto: Divulgação

“Fiz um bom trabalho no Senado. Desde a redemocratização do Brasil, fui o senador que aprovou mais de vinte leis. Não respondo a processos. Mas isso não é virtude, é obrigação”.

O candidato lembra que destinou mais de R$ 140 milhões de emendas individuais para diversos setores do DF. “Na maioria das vezes, essas emendas surgiram de demandas da própria comunidade, com quem sempre mantive contato com o programa Conversa Com Cristovam, reuniões que realizei durante o mandato com autoridades, lideranças, estudantes e empresários”.

E completou: “nós podemos fazer de Brasília um exemplo para todo o país de coesão e desenvolvimento sustentável, de pacificação política. Para isso, precisamos eleger as pessoas certas, apontando o empresário Fernando Marques (SD) como “a melhoropção como segundo voto para o Senado”.

O judoca campeão nacional José Mário Tranquilini lembrou que Cristovam, como governador e como senador, foi muito importante no seu programa socialJudô com Tranquilini. “Nós conseguimos tirar da rua mais de 20 mil crianças em sete cidades”, atestou.

Deixe um comentário