CPI do Futebol: Del Nero, Marin e Teixeira têm dia decisivo

07marco-polo-del-nero-e-jose-maria-marin-1604-dramalho

A CPI do Futebol do Senado tem um dia agitado e importante nesta quarta-feira (11), quando serão apreciados 23 requerimentos, entre os quais os que estabelecem a quebra do sigilo fiscal e bancário do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014 e de Ricardo Teixeira, ex-dirigente do comitê e da CBF.

O atual presidente da confederação, Marco Polo Del Nero, e seu antecessor José Maria Marin podem ter a quebra do sigilo telefônico aprovada na sessão desta tarde. Os dados fiscais e bancários da dupla já estão à disposição da CPI.

Presidida pelo senador Romário Faria (PSB-RJ), a CPI também votará pedidos de acesso às informações bancárias, fiscais e telefônicas de diretores da CBF, como o responsável pelo departamento financeiro, Rogério Caboclo, e de empresários que negociaram contratos nos últimos anos com a entidade.

Dois nomes de peso figuram nessa relação de empresários que estão sob investigação – o de Kleber Leite e o de Wagner Abrahão, ambos donos de empresas parceiras da CBF por vários anos.

A CPI também vai decidir hoje se poderá apurar a movimentação bancária e as informações fiscais de três ex-dirigentes de peso da CBF, todos homens de confiança de Ricardo Teixeira. São eles o ex-secretário geral Júlio César Avelleda, o ex-tesoureiro Ariberto Pereira dos Santos e o ex-diretor de finanças Antônio Osório Ribeiro Lopes da Costa.


Leia mais:


 

Ibrahimovic admite ter ficado muito próximo de voltar ao Milan


Marin aceita ser extraditado para os Estados Unidos


Medina voa nos aéreos, bate Durbidge e fatura 1º título da temporada


 

Fonte: ,

Deixe um comentário