Corte de árvore provoca protesto

A administradora Janaína Fernandes, 40 anos, argumenta que o local é ponto de encontro de famílias, que ali fazem piquenique, e pede explicações à Novacap (Janine Moraes/CB/D.A Press)
A administradora Janaína Fernandes, 40 anos, argumenta que o local é ponto de encontro de famílias, que ali fazem piquenique, e pede explicações à Novacap

Moradores da Asa Norte protestam contra o corte de gameleira de 30 anos, localizada na 704/705 Norte, às margens da via W 5. A poda começou no último domingo e conseguiu atrair a atenção de 1,5 mil pessoas nas redes sociais. O movimento cresceu e, agora, os manifestantes planejam uma vigília de proteção ao espécime no próximo domingo. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) alega que a árvore oferece risco.

Por volta das 9h do último domingo, quatro caminhões e pelo menos 20 homens chegaram à entrequadra. Sem posse da ordem de serviço nem a supervisão de um engenheiro florestal, iniciaram os cortes e atraíram a atenção das pessoas.


Por falta de justificativa da Novacap, a população iniciou uma divulgação maciça nas redes sociais.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário