Corretores de imóveis vão à CLDF pedir mais critérios para certificação de profissionais

A Câmara Legislativa realizou na sexta-feira (28), por iniciativa de deputada Telma Rufino (PPL), sessão solene em homenagem aos corretores de imóveis do Distrito Federal. Durante o evento no plenário da Casa, as entidades representativas da categoria elencaram reivindicações, como piso salarial e mais critérios para a certificação profissional. De acordo com o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Distrito Federal (Creci-DF), há 24 mil corretores inscritos no DF. Destes, 16 mil estão em atuação no mercado.

Em seu pronunciamento, o presidente da entidade, Hermes Rodrigues de Alcântara, apresentou propostas à Câmara Legislativa. “Temos sugestões de projetos de lei, como o que estabelece piso salarial, o que concede desconto para aquisição de veículos e o que garante ao corretor comissão em cima do valor financiado por instituição financeira, uma vez que é o corretor que encaminha o cliente a essas instituições”, explicou. Outras bandeiras da categoria são a criação de um clube recreativo e a oferta de cursos de transações imobiliárias pelo GDF.

Facilidade

“A demanda reprimida por imóveis e o alto poder aquisitivo da população tornam Brasília um mercado muito atrativo. Por isso temos nos preocupado com a facilidade com que se obtém hoje uma certificação para atuar como corretor de imóveis”, disse Alcântara. Segundo ele, os cursos oferecidos hoje são realizados por instituições particulares e com conteúdo elementar. “Os profissionais estão chegando despreparados no mercado. Defendemos uma maior participação do conselho na homologação desses certificados. Uma saída poderia ser a exigência de se passar por uma prova elaborada pelo conselho”, sugeriu.

cldf-corretores
A deputada e corretora de imóveis, Telma Rufino (sem partido), foi a responsável pela homenagem à categoria. Foto: Divulgação/ CLDF

A iniciativa da sessão solene em homenagem aos corretores partiu da deputada Telma Rufino (PPL), que concedeu a presidência da sessão solene ao distrital Dr. Michel (PP), que está prestes a tomar posse como conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal. “Agradeço muito a oportunidade de presidir esta homenagem, pois sempre estive ao lado dos corretores de imóveis. Eles são aqueles que intermedeiam as negociações para que o pai de família consiga comprar sua casa própria. E merecem ser valorizados, recebendo a comissão definida em tabela. Isso é dignidade”, afirmou Dr. Michel.

Já a deputada Telma Rufino, ela própria corretora de imóveis, garantiu à categoria que será a voz em defesa dos corretores na Câmara Legislativa. “Os corretores precisam de mais apoio. Em Águas Claras, por exemplo, precisamos liberar a colocação de faixas com anúncios de imóveis pelo menos nos fins de semana. Do contrário, como eles vão fazer negócios?”, defendeu.

A Câmara Legislativa realizou nesta sexta-feira (28), por iniciativa de deputada Telma Rufino (PPL), sessão solene em homenagem aos corretores de imóveis do Distrito Federal. Durante o evento no plenário da Casa, as entidades representativas da categoria elencaram reivindicações, como piso salarial e mais critérios para a certificação profissional. De acordo com o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Distrito Federal (Creci-DF), há 24 mil corretores inscritos no DF. Destes, 16 mil estão em atuação no mercado.

Em seu pronunciamento, o presidente da entidade, Hermes Rodrigues de Alcântara, apresentou propostas à Câmara Legislativa. “Temos sugestões de projetos de lei, como o que estabelece piso salarial, o que concede desconto para aquisição de veículos e o que garante ao corretor comissão em cima do valor financiado por instituição financeira, uma vez que é o corretor que encaminha o cliente a essas instituições”, explicou. Outras bandeiras da categoria são a criação de um clube recreativo e a oferta de cursos de transações imobiliárias pelo GDF.

Facilidade – “A demanda reprimida por imóveis e o alto poder aquisitivo da população tornam Brasília um mercado muito atrativo. Por isso temos nos preocupado com a facilidade com que se obtém hoje uma certificação para atuar como corretor de imóveis”, disse Alcântara. Segundo ele, os cursos oferecidos hoje são realizados por instituições particulares e com conteúdo elementar. “Os profissionais estão chegando despreparados no mercado. Defendemos uma maior participação do conselho na homologação desses certificados. Uma saída poderia ser a exigência de se passar por uma prova elaborada pelo conselho”, sugeriu.

A iniciativa da sessão solene em homenagem aos corretores partiu da deputada Telma Rufino (PPL), que concedeu a presidência da sessão solene ao distrital Dr. Michel (PP), que está prestes a tomar posse como conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal. “Agradeço muito a oportunidade de presidir esta homenagem, pois sempre estive ao lado dos corretores de imóveis. Eles são aqueles que intermedeiam as negociações para que o pai de família consiga comprar sua casa própria. E merecem ser valorizados, recebendo a comissão definida em tabela. Isso é dignidade”, afirmou Dr. Michel.

Já a deputada Telma Rufino, ela própria corretora de imóveis, garantiu à categoria que será a voz em defesa dos corretores na Câmara Legislativa. “Os corretores precisam de mais apoio. Em Águas Claras, por exemplo, precisamos liberar a colocação de faixas com anúncios de imóveis pelo menos nos fins de semana. Do contrário, como eles vão fazer negócios?”, defendeu.


Leia mais:


Marcada a data da posse de Dr. Michel do TCDF


Espera por consulta na rede pública de saúde do DF chega a 2 anos e meio


Telma Rufino é expulsa do PPL e está sem partido


 

Fonte:

Deixe um comentário