Corpo de Professor do DF é encontrado na Cachoeira do Indaiá

Carro do professor encontrado na região. Foto: Corpo de Bombeiros / divulgação
O corpo do professor de física Carlos Brasileiro, 31, foi localizado na tarde desta segunda-feira (26) próximo ao Salto do Indaiá, perto de Planaltina de Goiás. Carlos estava desaparecido desde quinta-feira (22).
As evidências de que ele estaria naquela região confirmou-se após o Corpo de Bombeiros encontrarem o Ford Ka, usado pelo professor, no estacionamento da cachoeira desde o dia do desaparecimento. No veículo continha roupas e pertences de Carlos. 
 
 
Segundo o Corpo de Bombeiros, “foram deslocados três viaturas e quatro mergulhadores para o local”, disse a corporação, por meio de nota oficial.
As investigações ainda continuam, agora para saber a causa da morte. Segundo Paulo Pita, pai do professor, é provável que ele estivesse fazendo uma trilha e que tenha escorregado de um ribanceira. 
Carlos Brasileiro, com sua mãe, Virgínia Miranda. Foto: reprodução Facebook.
A mãe de Carlos, Virgínia Miranda, que vinha a todo instante publicando notícias sobre as investigações, confirmou a morte. “Amigos encontraram sem vida meu filho. Obrigada por todo apoio recebido. Agora ele é um anjo no céu”, disse. 
 
 
 
A busca
O Corpo de Bombeiro Militar do Distrito Federal e Goiás realizaram mergulhos nos poços, utilizaram cães farejadores e militares especializados para localizar o corpo na margem do rio. Quem conhecia o local, ajudou a equipe, de acordo com o batalhão. 
 
 
 
 
.

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Fonte:

Deixe um comentário