Corpo de ‘Don Juan do Lago’ é encontrado em porta-malas

Polícia acredita que Antônio Carlos Guimarães, conhecido estelionatário de Brasília, tenha sido vítima de um acerto de contas

apagar

Os Bombeiros de Brasília encontraram ontem (terça, dia 1º), nas proximidades do Paranoá, o corpo de Antônio Carlos Guimarães, de 45 anos, com perfurações feitas por arma e fogo e marcas de agressão – o corpo estava amarrado no porta-malas de um carro.

A polícia acredita que Guimarães tenha sido vítima de acerto de contas, visto que se relacionava com mulheres geralmente com idade superior a 45 anos, de alto poder aquisitivo, para aplicar golpes financeiros – ele, inclusive, havia sido preso há quatro meses sob acusação de estelionato, falsificação de documento e fraude.

De acordo com o jornal “Correio Braziliense”, Guimarães respondia por 29 inquéritos. Ele ficou conhecido como “Don Juan do Lago Sul”.


Leia mais:


GDF e Câmara Legislativa vão autorizar postos de gasolina em supermercados


Em leilão, PRF vende Harley Davidson a partir de R$ 17 mil


Veterinários desenvolvem técnicas para aumentar a produção de peixes no DF


Fonte:

Deixe um comentário