Coreia do Norte já fala em ‘batalha final’ contra Seul e EUA

Manifestantes protestam em Seul contra exercícios militares entre Coreia do Sul e EUA

Manifestantes protestam em Seul contra exercícios militares entre Coreia do Sul e EUA  (Jung Yeon-je/AFP)
A Coreia do Norte confirmou nesta segunda-feira que considera “completamente nulo” o armistício que suspendeu a Guerra da Coreia (1950-1953) e garantiu, através do jornal Rodong Sinmun, tribuna oficial do comitê central do Partido dos Trabalhadores norte-coreano, que está se preparando para uma guerra iminente contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos. “Agora é o momento da batalha final”, afirmou a publicação em editorial. O texto ressalta que “ninguém pode prever” o que vai acontecer na região, onde a tensão permanece elevada após sucessivas ameaças e provocações da Coreia do Norte.
O jornal acrescentou que o regime de Pyongyang deixou seus mísseis estratégicos e os sistemas de lançamento múltiplo de foguetes de prontidão para um ataque. Além disso, afirmou que todos os cidadãos do país se transformaram em soldados, em uma nova advertência que chega após vários dias de ameaças do regime feitas em seus meios de comunicação, entre as quais destaca-se um “ataque nuclear preventivo” contra os EUA.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário