Corantes naturais

Nossa sociedade está buscando cada vez mais alimentos que contribuam para uma alimentação saudável, caracterizada por uma alimentação variada, colorida e equilibrada em qualidade e quantidade.

Muitas evidências científicas têm mostrado que os alimentos contêm substâncias fisiologicamente ativas importantes para a promoção da saúde e prevenção de doenças.

Por instinto, as pessoas consomem alimentos coloridos, representados por frutas e verduras. Dessa maneira, muitos pigmentos naturais presentes nos alimentos não servem apenas para colori-los, mas também estão associados aos benefícios à saúde trazidos por esses alimentos.

Entre essas substâncias encontradas nos alimentos, podemos citar os carotenoides, licopeno, luteína, clorofila, polifenóis, flavonoides, cúrcuma e curcumina.

Durante anos, os estudos estiveram voltados para avaliar os riscos associados aos corantes sintéticos, e a maior parte deles evidenciou que esses compostos são nocivos à saúde, pois podem gerar alergias e até câncer.

Hoje em dia, a consciência e a preocupação quanto à segurança dos corantes utilizados pela indústria têm direcionado os pesquisadores para identificar e estimular o uso de corantes naturais em alimentos industrializados.

Diversos pigmentos de plantas encontrados na natureza têm sido avaliados para serem utilizados em alimentos processados, para conferir cor e, mais recentemente, como compostos bioativos antioxidantes.

Deixe um comentário