Copa 2014

Desfile de Craques

Confira a lista dos brasileiros que defenderão outras seleções na Copa de 2014

 

Ibra – A grande ausência

A maioria dos grandes craques do futebol mundial da atualidade já garantiu presença na Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Muitos já estavam lá, e as repescagens carimbaram o passaporte de mais alguns. Da relação dos 23 “semifinalistas” da Bola de Ouro 2013 da Fifa, os seguintes estarão no Brasil no ano que vem: Messi (Argentina), Neymar e Thiago Silva (Brasil), Calvani e Suárez (Uruguai), Falcão Garcia (Colômbia), Iniesta e Xavi (Espanha), Cristiano Ronaldo (Portugal), Hazard (Bélgica), Pirlo (Itália), Robben e Van Persie (Holanda), Ribéry (França) e Yaya Touré (Costa do Marfim), além de meio time da Alemanha: Neuer, Lahm, Müller, Özil e Schweinsteiger.

Mas algumas ausências serão muito sentidas: a revelação galesa Gareth Bale, 24 anos, contratação milionária do Real Madrid, já era previsto que iria ver a Copa pela TV. Sua seleção foi a penúltima colocada num dos grupos mais fracos das eliminatórias européias, que classificou Bélgica (direto) e Croácia (repescagem). Bale segue o exemplo do compatriota Ryan Giggs, astro do Manchester United, que está prestes a se aposentar e nunca foi a um mundial. Lewandowski (Polônia) é outro que ficou de fora.

A ausência mais sentida será certamente a de Zlatan Ibrahimovic. A Suécia, país do  temperamental craque do Paris Saint-Germain, levou muito azar no sorteio das eliminatórias. Na primeira fase, a seleção escandinava pegou a chave mais difícil, enfrentando a Alemanha, o bicho-papão do continente, que desde 1950 nunca mais ficou fora de um mundial. No cruzamento da repescagem, a Suécia também se deu mal, enfrentando Portugal, do astro Cristiano Ronaldo, favorito para vencer a Bola de Ouro deste ano. E perdeu as duas partidas (1 a 0 e 3 a 2).

De qualquer forma, o mundial de 2014 estará recheado de craques. Além dos já citados, nomes como o do marfinense Didier Drogba, do camaronês Samuel Eto’o, do uruguaio Forlán (melhor jogador da última Copa), do italiano Balotelli, dos ingleses Gerrard e Lampard e do espanhol Casillas também estarão no Brasil no ano que vem.

Há ainda brasileiros defendendo outras seleções: o sergipano Diego Costa (Atlético de Madri) é o mais polêmico, pelo fato de ter recusado o chamado de Felipão, optando por defender a Espanha, que tem ainda Thiago Alcântara, nascido na Itália, mas que tem nacionalidade brasileira. Mas a lista é grande: Pepe (alagoano, Portugal), Feilhaber (carioca, Estados Unidos), Cássio (carioca, Austrália), Douglas (catarinense, Holanda), Eduardo da Silva (carioca, Croácia), Marcos González (carioca, Chile), Ígor (paulista, Bélgica); Sinha (potiguar, México), Tanaka (paulista, Japão), Aguirregaray (gaúcho, Uruguai), Thiago Mota (paulista, Itália), Cacau (paulista, Alemanha), e Edmar (paulista, Ucrânia).

Ou seja, atração é o que não vai faltar na Copa de 2014, nem motivos para torcer. E faltam apenas sete meses…

 

Sérgio Camelo

Deixe um comentário