Contaminação de paciente com HIV

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), através da 5ª Vara Cível, condenou o Distrito Federal e o Hemocentro indenizar em R$ 100 mil uma paciente contaminada pelo vírus HIV, em 2001, durante uma transfusão de sangue em uma cirurgia de grande porte.
  
Conforme consta na decisão divulgada nesta sexta-feira (18), o TJ condenou as instituições por danos morais e, além do valor a ser pago em dinheiro, a paciente deve receber ainda pensão vitalícia de três salários mínimos.
 De acordo com o TJ, a autora da ação é menor de idade e foi representada pelos pais. Com apenas dois meses de idade, a recém-nascida teve que se submeter a uma cirurgia de grande porte, na qual recebeu transfusão de sangue. Essa cirurgia foi realizada no Hospital Regional da Asa Sul (HRAS) e o sangue foi fornecido pela Fundação Hemocentro de Brasília.
A decisão ainda cabe recurso por haver divergência sobre a responsabilidade do DF no caso e sobre o pagamento de pensão vitalícia.
Fonte: Jornal de Brasília

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário