Confronto entre detentos deixa cinco mortos e 35 feridos

Penitenciária Odenir Guimarães. Foto: Reprodução/internet

Chega a Goiás a crise no sistema penitenciário, que deixou, desde o início do ano, pelo menos 100 presos mortos no Amazonas, na Paraíba e em Roraima. Cinco detentos morreram e 35 ficaram feridos hoje (23) após confronto entre presidiários que cumprem pena na Penitenciária Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital.

De acordo com o governo do estado, a situação foi controlada e forças policiais fizeram varreduras no interior da unidade prisional, onde foram encontradas duas armas que estavam em poder dos presos.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária informou que, pela manhã de hoje, presos de alas separadas se desentenderam e partiram para o confronto. Até o momento, foram identificados os corpos de Willian Seixas Silva Barbosa (conhecido como Tomate), Thiago César de Souza (Thiago Topete) e Alexandre Batista França. As outras duas vítimas ainda não foram identificados.

Os feridos foram levados pelo Corpo de Bombeiros para os hospitais de Urgências de Goiânia e de Urgências de Aparecida de Goiânia e seguem em tratamento.

“Informamos que não há nenhum refém em poder dos detentos e todos os feridos e mortos são em decorrência da ação dos próprios presos, não cabendo a responsabilidade pelo incidente a nenhuma força policial que atua no local”, disse, em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária.

Além de policiais miliares, também estão no local equipes das polícias Civil e Técnico-Científica para fazer a perícia e iniciar as investigações que vão apontar se houve falha na segurança do local.

} else {

Fonte:

Deixe um comentário