Confira os melhores destinos próximos ao DF para descansar e badalar

Apesar de amarmos Brasília, os finais de semana prolongados merecem respirar um ar diferente. Ao redor da capital, temos vários destinos para quem quer badalar ou descansar da rotina. O Brasília Capital preparou uma lista com várias opções para você decidir e viajar – de carro mesmo – para conhecer nossas cidades vizinhas. Confira:

Preservação é o grande diferencial de Mambaí. Foto: Reprodução

Mambaí
Ainda pouco conhecida dos brasilienses, a cidade de Mambaí (GO) a 308 Km da capital, reserva boas experiências aos turistas. Por lá, o foco é o ecoturismo e as aventuras – além das belas cachoeiras da região que está dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Nascentes do Rio Vermelho.

Rochas e água fazem da Chapada dos Veadeiros uma das regiões mais belas do Centro Oeste brasileiro. Foto: Reprodução

Alto Paraíso/São Jorge
Foi-se o tempo em que a Chapada dos Veadeiros era “coisa de bicho grilo”. Quem se aventura por lá atualmente, come bem, fica hospedado em belas pousadas e curte o melhor que a região pode oferecer. A cerca de 260 Km de Brasília, tanto Alto Paraíso, quanto o município vizinho de São Jorge, são ótimas pedidas para o feriado. Além das pousadas, várias opções de camping, festas para todos os gostos, belas cachoeiras e culinária típica fazem da Chapada um dos destinos favoritos dos brasilienses.

Hot Park é a praia de Caldas Novas, mas fica em Rio Quente. Foto: Divugação

Caldas Novas/Rio quente
Juntamos tudo para é possível curtir as duas cidades, tanto Caldas Novas, quanto Rio Quente. As vizinhas têm como principal atração as águas termais. Caldas Novas é a capital do agito em Goiás. Festas sertanejas, parques aquáticos e gente de toda a região se encontram nas piscinas quentes da cidade. Já Rio Quente tem várias opções de clubes para diversão. Além do belo resort do Rio Quente, tem também o Hot Park, com águas naturalmente quentes. As diárias vão de R$ 108 a R$ 950 e dependem do gosto do turista. Tudo isso a 316 Km de Brasília.

Arquitetura colonial, paz e aconchego são os trunfos do vilarejo de Alexânia. Foto: Reprodução

Olhos D’Água
O vilarejo próximo a Alexânia, a menos de 100 Km de capital já é a queridinha de muitos brasilienses. Clima ameno, pousadas pequenas e restaurantes aconchegantes não faltam. Todo mundo vai te receber com sorriso no rosto e café quente na xícara. Quem vai a Olhos D’Água se apaixona. A região tem ainda opções de cachoeiras (pequenas) e passeios como o do Morro da Lua, para curtir um luau na região. Super aconselhamos!

Sem dúvida, o Vila Velluti tem as melhores acomodações da região. Foto: Reprodução/Instagram

Vila Velluti
O destino mais perto de Brasília que encontramos é o hotel fazenda Vila Velutti. O local é um verdadeiro paraíso fincado em meio ao cerrado candango. Atendimento exemplar, comida balanceada e os quartos mais confortáveis da região são alguns dos diferenciais. O preço, porém, é salgado, de R$ 390 a R$ 700 por dia para o casal. Há opções para quem quer passar o dia – que reduz bem na diária e também dá direito a aproveitar as comidas do excelente restaurante do hotel.

Pirenópolis tem opções para todos os gostos. Foto: Reprodução

Pirenópolis
A cidade que respira hospitalidade e é tombada como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Para os turistas, Piri (como é carinhosamente chamada), oferece opções para todos os gostos. Restaurantes finos e também self-service – que em nada perdem em qualidade. Pousadas menores e também grandes hoteis. É tudo a gosto do turista! Os preços não têm sido tão convidativos nos últimos tempos, ainda assim, com uma rápida pesquisa é possível economizar nos passeios às belas cachoeiras e também na hospedagem.

Villa do Comendador é o hotel mais luxuoso de Pirenópolis. Foto: Reprodução

Villa do Comendador
Principal e mais luxuoso hotel de Pirenópolis, a Villa do Comendador alia o rústico ao sofisticado, em um ambiente de muita cor, envolto a uma natureza exuberante. Várias piscinas, SPA e dois restaurantes compõem o hall de opções para o hóspede. No final, vale a pena pagar os cerca de R$ 450 da diária – para quem quer atendimento diferenciado.

Antigo point dos brasilienses, Salto do Itiquira ainda arranca suspiros dos frequentadores. Foto: Reprodução

Salto do Itiquira
Em Formosa, a penas 80 Km de Brasília, o point é o Salto do Itiquira. A cachoeira tem uma queda de 168 metros de altura. A taxa para entrar no local é de R$ 10.

 

Deixe um comentário