Como controlar seu colesterol com alimentação e bons hábitos de vida

Muitas pessoas com colesterol elevado têm a indicação para fazerem uso de medicamentos para controlar os níveis de colesterol total e a fração LDL (esta com maior potencial aterogênico. As estatinas são um grupo de remédios para baixar o colesterol, sendo as mais usadas a Sinvastatina, Atorvastatina e Rosuvastatina.

Nos últimos 20 anos, a indústria farmacêutica fez uma incrível campanha que transformou as estatinas em um dos fármacos mais vendidos de todos os tempos. Mas tem sido crescente o aumento de relatos de efeitos colaterais que se manifestam após o início dessa farmacoterapia. Em artigo publicado no American Journal of Cardiovascular Drugs, cerca de 900 estudos sobre os efeitos adversos das estatinas foram citados. Entre as complicações mais recorrentes estão os problemas musculares, cognitivos, sexuais e de memória, além de dor ou dormência nas extremidades.

Para quem quer evitar o aumento do colesterol total e sua fração considerada “ruim”, quando elevada (LDL), podemos sugerir uma receita bem simples: consumo diário de 5 porções de frutas e hortaliças, incluir na alimentação fibras, como a farelo de aveia e de maracujá, não consumir frituras, usar apenas azeite de oliva extravirgem para temperar as refeições prontas e o mínimo possível de óleo e gordura animal para cozinhar. Consumo de carnes vermelhas no máximo duas vezes por semana, e quando consumir carne de frango, retirar a pele antes do preparo.

Para aumentar os níveis de HDL (fração considerada boa), exercício físico diário é recomendado. Detalhe: O consumo de bebidas alcoólicas e açúcar dever ser evitado.

A questão é que ninguém quer fazer a receita simples. Todo mundo quer encontrar o milagre. Porém, o milagre vem acompanhado de efeitos colaterais. Qual a sua escolha?

Deixe um comentário