Comitê da ONU condena glorificação do nazismo

United Nations Secretary General Ban Ki-moon speaks during the Climate Summit at United Nations Headquarters in New York, September 23, 2014.  REUTERS/Mike Segar  (UNITED STATES - Tags: POLITICS ENVIRONMENT) - RTR47DBU
Assembleia Geral da ONU vai debater no mês que vem a resolução de coautoria da Rússia com 54 outros países. Foto: Divulgação

Ígor Rôzin*

Um comitê da Assembleia Geral da ONU aprovou, com maioria esmagadora de votos, uma resolução que condena a glorificação de nazistas. Ucrânia, EUA e Palau, pequena nação no Pacífico, foram os únicos Estados que votaram contra a medida.

O documento foi aprovado pelo Comitê Social, Humanitário e Cultural das Nações Unidas no último dia 17, com 131 votos a favor e 48 abstenções, sobretudo de membros da União Europeia.

Durante a sessão, o diretor do Departamento para Cooperação Humanitária e Direitos Humanos do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Anatoly Viktorov, criticou os países que vêm “travando guerra contra os monumentos daqueles que combateram os nazistas” e tentando transformar as forças pró-nazismo em “heróis nacionais”.

A resolução, de coautoria da Rússia com 54 outros Estados, será debatida perante a Assembleia Geral da ONU em dezembro.

O documento expressa “profunda preocupação pela glorificação, de qualquer forma, do movimento nazista, neonazista e ex-membros da organização Waffen SS”, incluindo monumentos e memoriais e a realização de manifestações públicas.

*Jornalista da Gazeta Russa

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Fonte:

Deixe um comentário