Comissão de Direitos Humanos reinicia com bate-boca

A sessão da Comissão de Direitos Humanos da Câmara do Deputados recomeçou na manhã desta quinta-feira (7/3) restrita apenas para deputados, servidores e imprensa. A comissão tem 18 membros, cinco são do Partido Social Cristão (PSC) e outros seis são da bancada evangélica.


Manifestantes não puderam acompanhar a sessão. Ao chegar, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) discutiu com os manifestantes. ” Voltem para o zoológico”, declarou a um grupo que defende os negros.


Marco Feliciano (PSC-SP) chegou à sessão vaiado por manifestantes, que o chamaram de homofóbico e racista. O presidente da Comissão, Domingos Dutra chorou por causa da restrição à entrada de manifestantes e gritou “ditadura”. Deputados do PSC reclamaram da atitude de Dutra, “o senhor envergonha esta Casa”, exclamaram.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário