Codeplan lança ferramenta para pesquisar informações sobre demanda e oferta de trabalho formal

c0ab3b90d021b1c7a991aa7740a2abb9_MÉ possível observar dados de abril de 2009 ao mesmo período de 2015 no mercado de Brasília

A Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) lançou nesta terça-feira (2) o Monitor do Mercado de Trabalho, ferramenta on-line que reúne informações sobre demanda e oferta de vagas no mercado de trabalho formal de Brasília. O acesso é público e gratuito. Com o mecanismo, é possível observar os dados de abril de 2009 até o mesmo mês de 2015.

No endereço eletrônico mmt.codeplan.df.gov.br, um gráfico apresenta as profissões que tiveram variação significativa do salário/hora por mês. São ofícios registrados pela Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que lista 2.579 atividades.

A Codeplan utiliza os dados do MTE de contratações e demissões dentro do mercado formal. “Analisamos quais seriam as profissões com maior variação no salário e identificamos a demanda no mercado”, explica o diretor de Estudos e Políticas Sociais da companhia, Flávio Gonçalves. “A ferramenta virtual ajuda a responder questões como ‘que tipo de curso oferecer para qualificar os trabalhadores'”, completa.

De acordo com os números do ministério, trabalhadores do segmento de serviços de hotelaria e alimentação estão entre os que tiveram mais contratações líquidas em abril deste ano: foram 2.421 admissões e 2.102 demissões, ou seja, 319 novos postos criados. O administrador Guilherme Alves, de 26 anos, faz parte dessa estatística. Há dois meses, ele trabalha como auxiliar de reservas em uma rede de hotéis no Plano Piloto. “Estava há um ano desempregado. Fiz estágio como auxiliar administrativo em um hotel, entreguei o currículo e consegui a vaga.”

Como funciona
No monitor, as profissões são representadas por círculos, com tamanhos e cores diferentes. Os maiores significam alta contratação, e os menores, baixa. A diferença nas cores tem a ver com o salário. Quanto mais verde, maior crescimento na remuneração. O vermelho demonstra retração.

Além disso o mecanismo mostra características dos trabalhadores admitidos e demitidos — sexo, raça/cor, grau de instrução e idade média — e informações dos empregadores — tamanho dos estabelecimentos e regiões administrativas onde se encontram as vagas de empregos.

Acesse detalhes da metodologia utilizada pelo MMT.

Leia mais:


 

Renan Calheiros defende teto para doações eleitorais


Esforço fiscal no Brasil vai levar pelo menos dois anos


Fonte:

Deixe um comentário