Ciência sem Fronteiras oferecerá mestrado

O programa Ciência sem Fronteiras do governo federal passará a oferecer bolsas de mestrado profissional, anunciou a presidenta Dilma Rousseff em entrevista ao programa semanal Café com a Presidenta nesta segunda-feira (2). Segundo Dilma, a nova modalidade deve ajudar a aperfeiçoar as habilidades de estudantes e pesquisadores já graduados e qualificá-los ainda mais para o mercado profissional.

“Vamos começar oferecendo bolsas de estudo para o mestrado profissional nas melhores universidades dos Estados Unidos, como Harvard, Columbia, MIT, Illinois, Stanford, Carnegie Mellon e Yale, para as áreas prioritárias do Ciência sem Fronteiras, como Engenharia, Ciências Exatas, como Matemática, Química, Física, Biologia, Ciências Médicas, Ciências da Computação, Ciências da Área de Energia e Ciências da Natureza. Tenho certeza que essa nova modalidade de bolsa do Ciência sem Fronteiras vai ajudar a dar um salto na formação profissional e tecnológica dos trabalhadores nas nossas empresas”, explicou a presidenta.

O programa disponibiliza bolsas de estudo para milhares de jovens interessados em estudar e realizar pesquisas fora do País, ao que a presidenta Dilma reforçou o compromisso em continuar a oferecer oportunidades de pesquisa em diversas áreas do conhecimento e de crescimento para a pesquisa científica e tecnológica no Brasil.

“O Ciência sem Fronteiras é o começo de uma grande transformação nas nossas universidades, nas nossas empresas, na produção científica e tecnológica de nosso país”, afirmou Dilma.

O Ciência sem Fronteiras também está com a seleção aberta para graduação-sanduíche em 20 países. As inscrições terminam na sexta-feira (6). No total, o programa já concedeu 60 mil bolsas, sendo que 48 mil foram para estudantes de graduação.

Fonte:

Deixe um comentário