Chuvas deixam três mortos no Rio de Janeiro

As chuvas dos últimos dias deixaram pelo menos três mortos, um jovem desaparecido e centenas de desalojados no estado do Rio de Janeiro. Na Baixada Fluminense, dois homens morreram ao serem arrastados pelo Rio Botas, sendo um deles em Nova Iguaçu e o outro em Belford Roxo.

De acordo com boletim divulgado na tarde de hoje (12) pela Secretaria Estadual de Assistência Social, os números de desalojados são: 2 mil pessoas em Nova Iguaçu, 231 famílias em Mesquita e 11 famílias em Queimados.

Em Japeri, quase 18 mil pessoas foram afetadas de alguma forma pelas chuvas. A nota divulgada pela Secretaria de Assistência Social não informa, no entanto, o número total de pessoas ou famílias que tiveram que deixar suas casas.

No norte fluminense, o transbordamento de rios coloca em risco pelo menos seis municípios: Laje do Muriaé, Itaperuna, Cardoso Moreira, Italva, Porciúncula e Bom Jesus do Itabapoana. Nesse último município, a enxurrada provocou o rompimento de uma tubulação que passa sob uma rodovia e, consequentemente, fez uma cratera na pista.

Dois carros caíram no buraco e foram arrastados pela água. Um homem morreu e um adolescente desapareceu.

O governo fluminense anunciou que pagará o aluguel social, por 12 meses, para todas as famílias que perderem suas casas em decorrência das chuvas. O valor do benefício é R$ 500 por mês. Para solicitá-lo, é preciso apresentar identidade (original e cópia), CPF (original e cópia), comprovante de residência do imóvel afetado e laudo da Defesa Civil.

Fonte:

Deixe um comentário