Centrais paralisação conjunta

As centrais sindicais marcaram para 11 de julho a paralisação conjunta para aproveitar a onda de protestos e encaminhar sua pauta de reivindicações. Estão na mira, o fator previdenciário e a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, além do direito de greve dos servidores e as demissões imotivadas para diminuir a rotatividade de emprego.

Fonte:

Deixe um comentário