Ceilândia mostra vocação para futebol

Futebol é um traço peculiar de Ceilândia. A cidade possui aproximadamente 50 escolas para a prática do esporte, 100 times amadores, 12 equipes femininas, além de dois clubes profissionais – Sociedade Atlético Ceilandense e o Ceilândia Esporte Clube.

Nascido na cidade, Cassius Lima Santos, 37 anos, é o maior artilheiro profissional da história da região e atuou nas três divisões do futebol profissional do DF. Integrante da equipe do Ceilândia Esporte Clube, contabiliza 186 gols e passagem pelos clubes Bandeirante (DF), Baré (RR), Brasiliense (DF) e Centro de Futebol Zico (CFZ DF).

“Comecei a jogar quando era criança, em Ceilândia mesmo. Iniciei minha carreira profissional aos 23 anos, no Ceilândia (Esporte Clube). Sou morador da Ceilândia e não pretendo deixar de jogar pela minha cidade”, contou, ao lembrar que participou, em sua trajetória, de quase 400 partidas.

O profissional – que tem os títulos do Campeonato Brasiliense da 2ª divisão (1998) e Vice-Campeão Brasiliense (2005) – destacou que a região administrativa, além de formar atletas, possui como marco o Estádio Regional de Ceilândia. “Aqui temos um dos melhores gramados para se jogar. Todos os jogadores que passam por aqui sabem disso”, completou Santos.

O estádio, mais conhecido como Abadião, sedia entre 30 a 35 jogos oficiais por ano e campeonatos como o Candangão, que terá sua próxima edição iniciada em janeiro de 2014. O local está em reforma e se prepara para receber, inclusive, estrangeiros.

“Nós estamos identificando tudo com placas em português e em inglês. Os banheiros e a nova lanchonete contam com essa novidade”, destacou o administrador do Estádio, Francisco de Assis Martins.

Segundo ele, o estádio inaugurado em 27 de agosto de 1978 possui capacidade para quatro mil expectadores. Os clubes de futebol profissionais de Ceilândia são os mandantes dos campeonatos organizados pela Federação Brasiliense de Futebol.

Outros reparos que estão em execução no local são a construção de um muro ao redor do estádio, pavimentação da parte externa e interna, instalação de novos banheiros para atender os torcedores e criação de uma nova lanchonete e de áreas de acessibilidade reservadas para pessoas com deficiências.

“Nosso estádio é extremamente positivo e, além de servir às equipes de futebol profissional representantes da cidade na primeira divisão, serve também como opção de lazer para a população”, destacou gerente de Esporte da Administração Regional, Fausto Rocha.

De acordo com Rocha, as melhorias realizadas têm como objetivo ofertar um maior conforto aos torcedores e atletas que utilizam esse equipamento de esporte e lazer.

Além disso, o governo local incentiva a prática do futebol com apoio logístico para as partidas, distribuição de medalhas e troféus e auxílio com material esportivo.

Fonte:

Deixe um comentário