CCJ altera texto aprovado no plenário

A edição do Diário da Câmara Legislativa do Distrito Federal desta segunda-feira (28) publica a redação final do projeto de lei nº 1, que cria o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) com modificações em relação ao texto aprovado pelo plenário da Casa na convocação extraordinária de quinta-feira (24).

Embora não tenham sido incluídos na lei aprovada por 14 votos a favor, o texto publicado sob a responsabilidade da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) inclui – além do Hospital de Santa Maria e de seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), – os Hospitais Regionais de Taguatinga (HRT) e Materno Infantil (HMIB) – retirados da lei por acordo entre os deputados distritais e o Governo do Distrito Federal (GDF).

A CCJ é presidida pelo deputado distrital recém-eleito para o primeiro mandato Reginaldo Sardinha (Avante), correligionário do vice-governador Paco Britto.

Deixe um comentário