Cavalieri fica no Flu até 2019

diego-cavalieri-nelson-perez-fluminense-futebol-clube
Diego Cavalieri está no Tricolor carioca desde 2010. Foto: Nelson Perez/Fluminense

A diretoria do Fluminense chegou a um acordo com o goleiro Diego Cavalieri e renovou o contrato do jogador por mais uma temporada. Agora, o vínculo, que ia até o fim de 2018, termina em dezembro de 2019.

A negociação transcorreu sem maiores dificuldades e o novo contrato, inclusive, já foi publicado na noite da última quinta-feira pelo Boletim Informativo Diário (BID), da CBF.

Cavalieri está sem jogar desde setembro, quando sofreu uma lesão na coxa direita, durante a derrota por 1 a 0 para o Botafogo. O jogador chegou a treinar com o elenco na semana passada, mas sentiu dores novamente e vem trabalhando separado. A tendência é que seja liberado para retornar ao time somente no próximo ano.

O goleiro foi contratado pelo Fluminense em 2010 e naquele mesmo ano conquistou o título brasileiro, feito que repetiu em 2012, quando também conquistou o Campeonato Carioca. Em 2016, ergueu a taça da Primeira Liga.

Macaca na mira – Dentro de campo, o elenco segue se preparando para o duelo do próximo domingo, às 17h, contra a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na manhã desta sexta-feira, Marcão comandou um trabalho tático e esboçou a escalação, embora tenha fechado boa parte do treino.

Quando a imprensa teve acesso, três mudanças foram feitas em relação ao time que empatou por 1 x 1 com o Atlético-PR. O volante Pierre e o meia Marquinho foram barrados, para as entradas de Douglas e Marcos Júnior. Richarlison herdou a vaga do atacante Wellington, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. 

Neste cenário, Marcos Júnior e Richarlison jogariam mais adiantados, com Cícero auxiliando Gustavo Scarpa na criação de jogadas do Fluminense, que trabalhou com a seguinte escalação: Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Edson, Douglas, Cícero, Gustavo Scarpa e Marcos Junior; Richarlison.

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Fonte:

Deixe um comentário