Catetinho completa 57 anos

O Museu do Catetinho completou,  57 anos. A data foi comemorada com o espetáculo teatral Palácio de Tábuas.

Durante a peça, o público foi convidado pelos artistas a conhecer a saga da construção de Brasília de forma lúdica e interativa percorrendo os espaços e acomodações do museu.

Realizado ao longo de 2013, o espetáculo em referência a como o Catetinho era conhecido por ter sido construído todo em madeira já foi visto por mais de cinco mil estudantes da rede pública de ensino do DF.

A montagem faz parte do programa educativo “Visite o Catetinho”, de iniciativa da Tríade Patrimônio, com o apoio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC/DF), da Subsecretaria do Patrimônio Histórico e Artístico e Cultural (SUPHAC), da Secretaria de Cultura e da Secretaria de Educação do DF.

História – A ideia da construção de uma residência provisória para abrigar o presidente em suas visitas a Brasília surgiu de uma reunião de amigos de JK, no Hotel Ambassador/RJ.

Oscar Niemeyer fez o croqui do Palácio de Tábuas, seu primeiro projeto para Brasília.

Os amigos conseguiram um empréstimo e, em apenas dez dias, construíram a casa. Em torno dela funcionou um núcleo de apoio, com serviços de radiofonia e radiotelegrafia, e um campo de pouso. O nome Catetinho foi sugerido por Dilermando Reis, em alusão ao Palácio do Catete, no Rio de Janeiro.

Em 10 de novembro de 1956, JK participou da inauguração, assinando também o primeiro despacho no local. À noite, os amigos homenagearam o presidente com uma seresta.

O Catetinho abrigou diretores e engenheiros da Novacap e, também, personalidades que visitavam a cidade em construção, como o presidente de Portugal Craveiro Lopes. A pedido de JK, o Catetinho foi tombado pelo Iphan em 10 de novembro de 1959.

O projeto museográfico do Catetinho procura retomar as referências de época, preservando-se alguns objetos e o mobiliário original. Imagens fotográficas, bem como outros objetos, complementam as ambientações com o objetivo de propiciar ao público um testemunho vivo da grande aventura que foi a construção de Brasília.

Fonte:

Deixe um comentário