Casos especiais de crase (parte 2)

Olá, amigos(as)! Na semana passada, você leu o meu primeiro artigo sobre os casos especiais de emprego do acento grave. Falamos sobre o emprego do acento grave antes da palavra casa. Nesta semana, o verbete será outro:terra.Sabemos todos que terra é um substantivo feminino e singular (sendo, portanto, admissível a anteposição do artigo “a”). Veja o exemplo abaixo:

  • Ele fez referência à terra enquanto plantava feijão.

Todavia, não só esse entendimento dominante é o suficiente. Quando a palavra terra for usada como o sentido de terra firme, o sinal indicativo de crase passa a ser proibido!

  • Eles chegaram a terra após um longo cruzeiro pelo Atlântico.

Veja,  no exemplo anterior, que é nítido que alguém estava à bordo de uma embarcação e passou à terra firme. Em virtude dessa semântica, o acento grave é proibido. Vou ilustrar com mais uma sentença:

  • Depois de uma longa viagem, o avião se dirigia a terra.

Agora, tome cuidado: ao falar do Planeta, o emprego do acento grave é obrigatório! Nesse caso, não se esqueça de que Terra será grafado com letra maiúscula!

  • Os astronautas voltaram à Terra sem conseguir chegar à Marte.

Além disso, duas situações são semelhantes às que vimos no artigo da semana passada. Se terra vier acompanhado de algum especificador, a crase é obrigatória!

  • Só vá à terra de seus pais se você estiver preparado!
  • O fazendeiro fez alusão à terra dele sem qualquer modéstia.

A outra está relacionada ao emprego de pronomes adjetivos antepostos à terra. Veja o procedimento:

  • O garoto voltou a esta terra (acento grave proibido, pois o pronome demonstrativo “esta” rejeita a ocorrência do artigo a).
  • O garoto voltou a/à minha terra (acento grave opcional, pois o pronome possessivo “minha” faculta a ocorrência do artigo a).
  • O garoto voltou à mesma terra (acento grave obrigatório, pois o pronome demonstrativo “mesma” exige a ocorrência do artigo a).

 

Em outras palavras: tome cuidado com terra no sentido de “terra firme”. Os demais casos são facilmente analisados!

Deixe um comentário