Carreta da mulher ficará no Gama na primeira quinzena de setembro

Moradoras da área urbana da cidade têm até o dia 6 para realizar exames na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, estacionada na Associação João XXIII, Setor Leste, Entrequadras 7/9, pois no dia 9 de setembro, a unidade segue para o Núcleo Rural Ponte Alta Norte, também no Gama.

“Há dois anos não fazia preventivo. O atendimento foi rápido e desejo que este serviço continue para a população”, disse hoje a moradora Neuzita Santos das Neves (58), que compareceu na carreta para fazer o preventivo de câncer no colo do útero (Papanicolau).

Como estava com o pedido para ecografia abdominal (ultrassom), ela ainda conseguiu realizar o procedimento.

A dona de casa, Maria Amélia Sousa Gonçalo (66), que reside no Setor Oeste, foi encaminhada pelo centro de saúde e em dois dias realizou a mamografia e as ecografias de mama, transvaginal e abdômen. “O atendimento foi excelente e os profissionais são muito atenciosos”, avaliou.

Na rede pública, a mamografia é recomendada às mulheres a partir de 40 anos, no entanto, a faixa de risco para o câncer de mama é de 50 a 69 anos de idade, especialmente entre as que nunca realizaram o exame ou o fizeram há dois anos ou mais.

Para o exame de mamografia e para o preventivo, que é indicado para todas as mulheres que já tenham iniciado a vida sexual, não é preciso encaminhamento.

“O pedido médico exigido é para as ecografias devido a necessidade de indicação clínica para a realização do exame”, esclareceu a gerente de Políticas e Programas da Regional de Saúde do Gama, enfermeira Anny Will Scarpin.

Por dia, são realizadas 50 mamografias, 50 ecografias e 50 preventivos de câncer e, para ser atendida, a paciente deve apresentar documento de identidade, CPF, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

Outros serviços oferecidos na carreta são aferição de pressão arterial, taxa de glicemia e testagem rápida para HIV e Sífilis.

OUTRAS UNIDADES – Uma das carretas da saúde está em Sobradinho, no estacionamento do ginásio “Agostinho Lima”, na Área Especial da Quadra 02 e, a outra, está na Estrutural, ao lado da Administração Regional.

Desde março do ano passado, quando foi iniciado o projeto, as Unidades Móveis realizaram mais de 74 mil exames.

Informações sobre o funcionamento da Carreta da Mulher e o cronograma nas cidades estão disponíveis no endereçowww.carretadamulherdf.com.br

Fonte:

Deixe um comentário