Cardeal afirma que pedofilia não é ‘condição criminosa’

O cardeal sul-africano, Wilfrid Napier, afirmou que os pedófilos devem ser tratados como “doentes” e não como criminosos, em um entrevista à BBC exibida neste sábado. “De acordo com a minha experiência, a pedofilia é realmente uma doença, não é uma questão criminosa, é uma doença”, declarou o arcebispo de Durban, um dos participantes do conclave que elegeu na quarta-feira o Papa Francisco.
“É uma enfermidade psicológica. O que fazemos diante de uma doença? Temos que tentar curá-la. Se eu, como indivíduo normal, decido conscientemente violar a lei, devo ser castigado”, acrescentou o arcebispo de 72 anos, conhecido por suas posições conservadoras.
No início de 2000, Napier foi muito criticado por sua passividade ante o escândalo de padres pedófilos e por se negar a expulsar os culpados da Igreja sul-africana. O cardeal indicou que conhecia dois sacerdotes, vítimas de abusos sexuais na infância, que se transformaram em pedófilos.
Fonte: Agência France Press
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário