Capas, pra que te quero?

A cada semana, ( a cada dia, melhor dizendo), surgem novas descobertas no mundo das compras  e contratações realizadas pelo governo. Desta vez, foi uma operação que estava iniciada e que, por determinação do governador Agnelo Queiroz, foi abortada. Quer dizer, alguém melou a intenção de quem pretendia fosse a mesma concretizada.

Ao chegar ao conhecimento do governador, que anda bem mais atento aos fatos, ele não deixou por menos, determinando o imediato afastamento do coronel Suamy Santana do comando-geral da Polícia Militar do Distrito Federal.

Tratava-se da aquisição de 17 mil capas, pela PM, que redundaria numa despesa de mais de R$ 5 milhões aos cofres públicos. Tais vestimentas se destinariam aos policiais que atuarão nas Copas das Confederações, ainda este ano, e do Mundo, em 2014.

Só que nessa época do ano, em que se realizarão os certames esportivos, não se registram índices pluviométricos em Brasília que justifiquem a compra de tais capas. Aliás, sequer costuma cair qualquer chuva no DF nas épocas em que acontecerão tais eventos.

A malfadada aquisição caiu na malha fina, antes mesmo de ser realizada. Também pudera! O especificador das capas incorreu em erro crasso, ao explicitar que as capas eram de chuva, esquecendo-se de dizer que elas também poderiam proteger os seus usuários do sol ou do frio – especialmente este –,e que tal peça, além de adornar, protegeria, não sendo uma peça voluptuosa.

Comporia um certo complemento indumentário, e coisa e tal, de maneira que satisfizesse a todos tal justificativa, não deixando brecha para entendimento outro. Assim, teria sido contido mais um vexame, logo na área da Segurança Pública.

Ainda bem que as antenas do governo estão ligadas e atentas a casos como o das capas, não deixando passar em brancas nuvens nem mesmo as pretensões escusas. Ou ingênuas, que sejam.

Assim, não pôde o comandante da PM segurar a onda, nem mesmo teve tempo para tentar explicar o inexplicável. Dançou.

Raul Seixas, dizia: “vi Conde Drácula sugando sangue novo e se escondendo atrás da capa”.

Mas os nossos PMs não precisam de capa pra se esconder atrás delas. Eles são tantos, mas tão pouco vistos na cidade! Parecem estar sempre de folga. Pelo menos a maior parte deles.

E agora, o que teremos nas duas Copas serão PMs sem capa. Tomara que isto não signifique que se transformem numa tropa de fios desencapados, e sem alma, a dar choques a torto e a direito em quem cruzar os seus caminhos.

 

Confira o link da versão impressa: http://content.yudu.com/Library/A25wf4/EspecialguasClaras/resources/index.htm?referrerUrl=http%3A%2F%2Ffree.yudu.com%2Fitem%2Fdetails%2F874696%2FEspecial—guas-Claras

Deixe um comentário