Candidatos brigam por terras

A faixa colocada no Assentamento 15 de Agosto que gerou a polêmica. Foto: Reprodução Facebook

O Assentamento 15 de Agosto, em São Sebastião, é alvo de disputa. Não por possíveis ocupantes dos lotes, mas sim por dois candidatos a deputado distrital nas eleições de outubro: Moisés Marques (PDT) e Ricardo Vale (PT).

Em 2013, ano da regularização do local, Moisés era diretor de Regularização dos Lotes Rurais da Terracap e Ricardo Vale  secretário-adjunto de Governo de Agnelo Queiroz (PT).

O burburinho começou após um post na página de Gustavo Ramiro¹ no Facebook. O internauta chamou o deputado petista de “mentiroso”, dizendo não ter sido ele o criador do Assentamento 15 de Agosto, conforme dizeres da placa. Na publicação, Gustavo divulgou um link de uma matéria de 2013 em que Moisés Marques foi ouvido pelo Jornal de Brasília e responsabilizado pela regularização daquela e de outras três áreas agrárias no DF.

Post de Gustavo Ramiro, que diz que Ricardo Vale é “mentiroso”. Foto: Reprodução Facebook

Ricardo Vale diz que, por ter sido secretário de governo, teve grande participação na criação do Assentamento e reconheceu a participação de Moisés Marques, então diretor da Terracap, no processo.

Além do mais, para tentar desmentir o post, o deputado  afirma que o funcionário de seu gabinete Jean Lima, citado na matéria, era coordenador-chefe-adjunto da Coordenadoria de Articulação Intergovernamental da Secretaria de Governo. “Ele trabalha nas causas da reforma agrária”, diz a assessoria de Vale, tentando provar que isso mostra que ele participou da regularização das terras.

Moisés não reconhece participação do petista no processo. “Não me lembro de Ricardo Vale ter participado de uma reunião sequer”. E realçou: “não tem dedo dele em nada disso”.

Sobre Jean Lima, o pedetista diz que esse ele participou das reuniões. “É uma pessoa muito capacitada e me ajudou nos estudos que fiz para a regularização. Mas o fato do Jean trabalhar hoje no gabinete dele não transfere os méritos para o deputado”.

Gustavo Ramiro – Sobre a publicação de Gustavo Ramiro, a assessoria de Ricardo Vale diz que: “Ele está sendo processado por calúnia e difamação. O deputado não sabe quem ele é e afirma que não é a primeira vez que foi difamado por ele nas redes sociais”.

Fonte:

Deixe um comentário