Campanha permanente contra tabagismo é instituída

Foi instituída no Distrito Federal uma campanha permanente de esclarecimento, orientação, controle, contenção e prevenção ao tabagismo. Determinada pela Lei n° 5.311, ela entrou em vigor na quarta-feira (19), depois de sua publicação no Diário Oficial do DF.

 

A iniciativa será realizada com cartazes informativos afixados nos órgãos públicos e particulares de Saúde, além de distribuição gratuita de cartilhas explicativas, que terão informações sobre prevenção ao uso do cigarro, riscos, incidências de doenças e consequências da dependência química do tabaco.

 

“Agora, a lei vai normatizar nossas ações e teremos mais autonomia para atuar à frente dessas campanhas e, com isso, um direcionamento mais definido”, explicou o coordenador de Tabagismo, da Secretaria de Saúde do DF, Celso Rodrigues.

 

Os principais dias em que a campanha deverá atuar são: 31 de maio, o Dia Mundial sem Tabaco; 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo; e 27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer.

 

FUMANTES – De acordo com a Secretaria de Saúde, no Distrito Federal há 310 mil fumantes. Desse total, acima de 14 anos, 14% são do sexo masculino e 12% do sexo feminino.

 

“Atualmente, a secretaria trabalha nas escolas capacitando professores sobre os riscos do câncer, nas empresas, fazendo atendimentos e alertando os funcionários, além de contar com 60 centros de referência em tabagismo, que possuem equipes multidisciplinares”, informou Rodrigues.

 

Dados do “Programa de Controle do Tabagismo e outros Fatores de Risco de Câncer no DF” mostram que até 2013 mais de 15.593 fumantes iniciaram tratamento nos centros de saúde da rede pública para abandonar o cigarro. O percentual de pessoas que deixaram de fumar é em torno de 68%, ou seja, 10.603 usuários.

Fonte:

Deixe um comentário